literatura,  Meus textos,  posts especiais

VI Bienal Rubem Braga

Eii pessoas maravilhosas! Como vocês estão?! Hoje quero contar para vocês como foi a sexta edição da Bienal Rubem Braga aqui na minha cidade, terra natal do cronista!


Sim, para quem não sabe, vou usar as palavras do próprio Rubem Braga: “Modéstia à parte, eu sou de Cachoeiro!”. Apesar de eu ter nascido numa cidade próxima daqui, no litoral, eu me considero mais cachoeirense do que itapemirinense rsrs. Enfim, vamos ao evento.

 

Com Rubem Braga rsrs A estátua é em tamanho real, na foto ficou menor por conta da distância. Vocês entenderam… rsrs

 

 
A VI Bienal aconteceu semana passada, entre os dias 30/05 a 05/06. E contou com várias atividades e convidados especiais, como a atriz Zezé Mota, Ian SBF (do grupo de humor Porta dos Fundos), Paulo Lins (autor do romance “Cidade de Deus”, que inspirou o filme homônimo indicado ao Oscar em quatro categorias) e os outros escritores de renome nacional, como Sérgio Vaz, Marcelino Freire, João Paulo Cuenca e Andrea del Fuego. Pela primeira vez, o evento recebeu dois autores internacionais: o português Gonçalo M. Tavares, vencedor do Prêmio José Saramago (2005), e o angolano José Eduardo Agualusa, finalista do prêmio Man Booker 2016, um dos mais importantes da literatura mundial. Veja como foi toda programação aqui.

Também foram realizadas oficinas, palestras, mesas redondas, lançamento de livros, shows e outros. Confesso que gostaria de participado mais. Houve palestras muito interessantes, mas as que eu queria assistir foram nos horários da manhã e tarde, durante a semana, então não pude participar.
 
De toda forma, eu não iria deixar de visitar as exposições, claro. Havia livros de todos os gêneros e preços (até de R$ 2,00!). Fiquei sabendo que teve uma banca com livros para doar, mas no dia que fui já tinha acabado 🙁

 

Um pouco do movimento entre as exposições de livros.



Ainda assim consegui encontrar um livro no stand da livraria Logos, por R$ 5,00. É o “Sonhe” do autor Kenny Luck, publicado pela editora Mundo Cristão. Ainda não terminei de ler mas estou gostando bastante, quem sabe não faço uma resenha dele depois (não estou prometendo nada, hein? rsrs).

 

 

Ganhei marcadores também 🙂

 

 

Apesar de não ter conseguido participar como gostaria, fiquei muito feliz, pois sei que a Bienal foi um sucesso, mais uma vez. Conforme notícia do site da Prefeitura, o evento recebeu 60 mil pessoas e foram vendidos mais de 11 mil livros. Você pode ver fotos dos melhores momentos na fanpage da VI Bienal.

 
Para finalizar, quando saí do local do evento, me deparei com este pôr do sol maravilhoso. Presente de Deus para nós, cachoeirenses.

 

Espero que tenham gostado da postagem. Quem é daqui e foi na Bienal me conta o que achou nos comentários. E vocês que são de outras cidades, já participaram de algum evento literário na cidade de vocês? Como foi? Me conta também nos comentários ou pelas redes.  

Beijos! Não esqueça de deixar um comentário. Fiquem com Deus e até mais!

Siga minhas redes pra gente ficar mais pertinho!

INSTAGRAM | FACEBOOK | PINTEREST | TWITTER

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.